imprensa

Três empresas entregam estudos para concessão do esgoto em Brusque

Na tarde desta terça-feira (13), a Prefeitura de Brusque foi palco de mais uma reunião da Comissão Especial Técnica responsável pela avaliação e seleção das propostas do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) 001/2021, que visa escolher o melhor modelo de concessão para o início do tratamento do esgoto sanitário no município.

O encontro, prestigiado por integrantes de diversas pastas governamentais do município, teve como principal objetivo a apresentação preliminar dos três estudos entregues pelas empresas Rio Vivo, Acciona e Cristalina Saneamento. Ao todo, eram oito as companhias que estavam autorizadas a participar do certame. Vale lembrar que a terça-feira também foi a data limite para a entrega dos respectivos modelos.

Diante do grande volume de dados, os membros da comissão decidiram distribuí-los entre os integrantes de cada área. A intenção deste escrutínio é verificar se os projetos entregues respeitam as diretrizes executiva, técnico-operacionais, socioambientais, econômico-financeiras, institucionais e jurídicas estipuladas no termo de referência.

“Agora esses documentos serão analisados por cada integrante da comissão. A previsão da continuidade da discussão destes estudos é para o início de julho. Vamos analisar e ver qual proposta será a escolhida”, explica Sonia Knihs Crespi, subprocuradora-geral do município e presidente da comissão especial.

Participaram da reunião:

Juliano Montibeller (representante do Samae);

Mylena Abelino Rubituci (representante do Samae);

Sonia Knihs Crespi (presidente da comissão e representante da Procuradoria-Geral do Município);

Joseana Paes Lopes (representante da Secretaria Municipal de Orçamento, Finanças e Patrimônio);

Thomas Jeferson Haag (representante daSecretaria Municipal de Fazenda e Gestão Estratégica);

Vanderlei Luís Dietrich (representante da Secretaria Municipal de Orçamento, Finanças e Patrimônio);

Renato de Borba (representante da Secretaria Municipal de Infraestrutura Estratégica);

William Fernandes Molina (representante do Conselho Municipal de Saneamento Básico e do Samae);

Ana Helena Boos (representante da Fundação Municipal do Meio Ambiente - Fundema).