imprensa

ETA Cristalina em pauta: reunião define estratégia para próxima fase da obra

Durante a manhã desta quarta-feira (12), o diretor-presidente do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Brusque, Luciano Camargo, acompanhado de profissionais do setor de Engenharia, participou de uma reunião online com a empresa MPB, responsável pelo projeto executivo da nova Estação de Tratamento de Água (ETA) do bairro Cristalina. O objetivo do encontro foi discutir estratégias para a segunda e última etapa da obra, que consiste na construção das unidades do complexo.

A conversa tratou, principalmente, do estagiamento da obra, que define o que será construído primeiro, como prioridade. Também foram deliberadas questões monetárias, sobretudo acerca do financiamento, formas de contratação da empreiteira e da fiscalização de todo o processo.

“Em 2022 queremos focar na parte civil desta obra”, destaca Camargo. “A terraplanagem deve ficar pronta daqui três a quatro meses, que é justamente o período que temos para analisar novamente o projeto e dar prosseguimento na parte das licitações para contratação das empreiteiras que vão realizar o serviço”.

O gestor da companhia acredita firmemente que a construção dos complexos da ETA Cristalina devem ter início ainda em 2022. “A gente tem que fazer todo o processo de ampla concorrência. Porém, sabemos que não é qualquer empresa que está apta a executá-la. Por isso, acreditamos ser um mercado mais restrito”, avalia.

Apesar de o projeto executivo já estar pronto, os relatórios que envolvem a precificação dos insumos necessários para a obra oscilam frequentemente. Por isso, o orçamento final para a ETA Cristalina deve ser finalizado em cerca de 90 dias. “Agora é aguardar a finalização da terraplanagem e já darmos o pontapé inicial da parte civil, no segundo semestre”.