imprensa

Os planos do Samae Brusque para o bairro Poço Fundo

O rompimento de uma importante rede de água tratada no bairro Poço Fundo, durante a última semana, trouxe novamente à tona um problema histórico da região, afetada periodicamente por baixa vazão e pressão de água tratada, sobretudo nas partes mais altas da localidade.

Atento a esta situação, a equipe de Engenharia do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Brusque esteve no local, verificando que a solução é a substituição da rede existente, que hoje é composta por tubos de 85 milímetros, por uma nova de 150 milímetros.

“Os estudos realizados nos mostram que temos que trocar aproximadamente dois quilômetros e meio de rede”, explica o diretor-presidente do Samae, Luciano Camargo. A obra, que não estava prevista no orçamento do ano de 2021, deverá se tornar prioridade para o início de 2022.

O objetivo da intervenção , ainda conforme Luciano, é fazer com que haja mais vazão de água tratada disponível para os moradores da localidade. Essa, porém, não é a única ação prevista para o Poço Fundo.

“Além disso, pela topografia e pela realidade geográfica da região, com certeza também teremos que construir uma casa de bombas e um reservatório (...) é um projeto demorado, requer um determinado tempo”, enfatiza o gestor. “Estamos prestes a concluir os estudos e agora partimos para a parte de preço, para que possamos colocá-la emergencialmente no começo do ano que vem”, finaliza.