imprensa

Mais água para o Limeira: Samae finaliza primeira etapa de expansão de rede

Durante a última semana, o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Brusque finalizou a primeira etapa da expansão de rede iniciada no fim do mês de junho, no bairro Limeira. Ao todo, foram instalados mais de 1500 metros de uma nova tubulação de 250 milímetros na rua Alberto Muller, o que propiciará um aumento de pressão e vazão de água tratada para diversas regiões da localidade.

O primeiro trecho da obra está localizado entre as ruas Pedro Mafra - que dá acesso à Estação de Tratamento de Água (ETA) do bairro Limeira, e a rua Alberto Pretti. Conforme o diretor-presidente do Samae, Luciano Camargo, toda essa região era abastecida por uma tubulação de 150 milímetros, que já estava subdimensionada em decorrência do crescimento populacional.

“Sabíamos da necessidade de fazer esta obra e só tenho a agradecer a todos os nossos servidores do Samae, por se empenharem tanto neste serviço. Em um dos dias foram colocados 86 tubos de seis metros cada, então isso pra nós é um recorde, já que em média colocamos de 25 a 30 tubos por dia”, salienta o gestor.

Diferente de outras obras de expansão de rede, a realizada na localidade de Limeira teve um diferencial: o fato de os tubos terem sido colocados ao lado da via, no passeio, ajudou a agilizar o serviço e, também, a diminuir os custos com pavimentações asfálticas.

O próximo passo, agora, é monitorar os dados nas próximas duas semanas para verificar se, efetivamente, ocorreram as melhorias previstas durante a etapa de estudos técnicos. “Até o momento, todos os trabalhos realizados pelo nosso setor de Engenharia indicavam que era esse o serviço que deveria ser executado”, finaliza Camargo.

Nos próximos meses, o Samae seguirá com as etapas subsequentes da expansão, que prevê novas redes até a entrada da Limeira, onde ocorre o cruzamento com a rodovia Antônio Heil. “O que é o mais difícil nós temos, que é a água, agora precisamos continuar com este trabalho de distribuição, trocar as redes inadequadas e continuar fazendo este trabalho de manutenção”, finaliza.