imprensa

Confira o panorama do abastecimento de água no pós-chuvas

Ciente das previsões que indicavam a incidência de fortes chuvas na região, o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Brusque vem acompanhando a evolução das precipitações desde o início da madrugada desta quarta-feira, 9 de junho.

Na última atualização do panorama do abastecimento na cidade, realizado por volta de 9h20, as regiões mais afetadas pela intempérie eram os bairros Santa Luzia e Dom Joaquim.

Ambas as localidades são abastecidas com água tratada em microssistemas, que possuem menor capacidade de operação quando - por conta das fortes chuvas - a água bruta dos mananciais apresenta alta turbidez.

“Nos pontos mais altos destes bairros poderá ocorrer desabastecimentos pontuais nas próximas horas”, destaca o diretor-presidente da autarquia, Luciano Camargo. “Para mitigar essa situação, já mobilizamos o nosso serviço de caminhão pipa para abastecer estes reservatórios e cisternas”, salienta.

Confira a situação resumida do abastecimento de água na cidade:

Estação de Tratamento de Água (ETA) Santa Luzia

Por conta da alta turbidez da água, a ETA do bairro ainda não voltou a operar. Caminhões pipa abastecem os reservatórios da região, que já apresentam níveis baixos.

ETA Limeira

Já voltou a operar. Reservatórios cheios e sem previsão de desabastecimento para a região.

ETA Ribeirão do Mafra

Operando com vazão reduzida, mas reservatórios encontram-se cheios. Sem previsão de desabastecimento.

ETA Dom Joaquim

Por conta da alta turbidez da água, a ETA do bairro ainda não voltou a operar. Caminhões pipa abastecem os reservatórios da região, que já apresentam níveis baixos.

ETA Zantão

Estação operando normalmente, com reservatórios acima de 50%. Não há previsão de desabastecimentos.

ETA Volta Grande

Operando com vazão reduzida. Cisternas com baixo nível. Pode ocorrer desabastecimentos.

ETA Central

Operando normalmente.