imprensa

Samae planeja tratar 6 milhões de litros adicionais por dia na ETA Central

Nesta segunda-feira, 31 de maio, a equipe de Engenharia do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Brusque se reuniu com integrantes da Restelo Construções e Consultoria, de São José.

A empresa, que já presta serviços de fiscalização para a autarquia, agora também foi contratada para realizar um anteprojeto que visa a ampliação da capacidade da Estação de Tratamento de Água (ETA) Central. A ideia é fazer com que a estrutura realize, no futuro, o tratamento de seis milhões de litros a mais de água por dia.

“Mesmo com a projeção de termos a ETA Cristalina, não podemos deixar essa estrutura de mais de 50 anos parada no tempo”, enfatiza o diretor-presidente do Samae Brusque, Luciano Camargo. “Se ampliarmos a capacidade da ETA Central, poderemos trabalhar com mais tranquilidade para a cidade, sobretudo nas regiões mais afastadas”, complementa.

A fiscal do contrato, engenheira Ana Júlia Matos, explica que o objetivo da companhia com a contratação da Restelo é solucionar os problemas advindos do aumento populacional e da urbanização. “Temos a ETA Cristalina, com um horizonte de médio a longo prazo, então visamos ampliar a capacidade da ETA Central, de 280 litros por segundo para aproximadamente 350 litros por segundo”, salienta.

As fases estipuladas para o serviço que será desenvolvido pela empresa josefense em um prazo de até 90 dias são: levantamento cadastral da ETA Central; diagnóstico da estrutura atual; análise de viabilidade das alternativas para ampliação; definição da melhor alternativa e realização do anteprojeto.