imprensa

Tem início a maior obra do Samae dos últimos anos

Teve início nesta quarta-feira, 28 de abril, a expansão de rede que levará mais água tratada para várias regiões de Brusque. A obra, orçada em aproximadamente R$ 6 milhões, é considerada a maior do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Brusque nos últimos anos.

De acordo com o diretor-presidente da autarquia, Luciano Camargo, a agilidade da empresa vencedora da licitação de tubos, conexões e equipamentos fez com que o projeto entrasse em prática antes do tempo previsto.

“Estão chegando várias carretas do Rio de Janeiro com tubos de grande e médio porte. Nós tínhamos a previsão de que esse material fosse entregue em 90 dias, assim como estabelecia o contrato, mas a empresa tinha 80% do que precisávamos em estoque. Levou menos de duas semanas entre a assinatura do contrato e a entrega”, enfatiza.

Neste primeiro dia de obras, servidores do Samae deram início a interligação de uma adutora que irá sair de um reservatório situado no estacionamento do Parque Leopoldo Moritz. Após isso, ela descerá um morro nas proximidades da Associação de Radioamadores de Brusque (Arab), até chegar à calçada da avenida Hugo Schlosser.

De lá, as novas tubulações seguirão em direção ao Dom Joaquim, solucionando, em breve, questões históricas de abastecimento na região. A previsão de entrega da expansão é de nove meses. “Poderíamos ter terceirizado este serviço, mas concluímos que temos recursos humanos suficientes para executar esta nova rede, gerando assim mais economia e tendo um respeito adicional com o dinheiro do contribuinte”, continua o diretor-presidente.

Antecipação

Vale ressaltar que este serviço, originalmente, faz parte do projeto da Estação de Tratamento de Água (ETA) do bairro Cristalina. Porém, após estudos do setor técnico do Samae, verificou-se que antecipar esta obra poderia trazer benefícios imediatos para a população das regiões mencionadas.

“Quando a ETA Cristalina estiver pronta, poderemos inverter o fluxo de água desta nova rede, trazendo ela para o Centro”, finaliza Camargo.