imprensa

Samae Brusque descentraliza análise de projetos e viabilidades de água

Com o objetivo de trazer mais transparência e assertividade às decisões tomadas pelo seu corpo técnico, o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Brusque vem descentralizando o serviço de análise de projetos e concessão de viabilidades de abastecimento de água tratada para novos empreendimentos na cidade.

De acordo com o diretor-presidente da autarquia, Luciano Camargo, a ação acaba resultando em maior confiabilidade para o que é decidido.

“Não temos apenas a figura do presidente ou de algum servidor isolado responsável pelas viabilidades. Agora é um conselho, formado por servidores técnicos, na sua maioria engenheiros. E o que o conselho decidir será respeitado. Ganha o Samae e a população com essa independência”, afirma Camargo.

Além do gestor, acompanharão as análises profissionais da área de Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Ambiental, Engenharia Química, e, também, da Área Técnica do Samae Brusque.

“Além de tomarmos essas decisões baseadas em critérios técnicos, também é uma forma de ficarmos imunes a qualquer tipo de prática imoral”, finaliza o diretor-presidente.